Resenhas

Resenha: Não Sou Uma Dessas (Lena Dunham)

Capa
Capa da edição brasileira, publicada em Outubro de 2014, pela Editora Intrínseca

Mais um livro que eu conheci no blog da Melina Souza, o Serendipity. Comprei-o junto com Garota Exemplar e Objetos Cortantes, da Gillian Flynn naquela terça-feira nublada.

Levei uma semana para terminar suas 304 páginas, contrariando minhas expectativas de que de que seria capaz de lê-lo em um final de semana.

Não Sou Uma Dessas (em inglês, Not That Kind of Girl) é uma leitura bastante tranquila mas algumas partes não empolgam e eu demorei para sair delas. No entanto, mesmo essas partes não empolgantes são importantes para a beleza do livro: é uma mulher contando sua vida real, não apenas editando os fatos interessantes. Há momentos em que nossa vida não está boa, nem ruim, ela apenas não está empolgante.

Avillez
Ilustrações de Joana Avillez

Lena Dunham nasceu e cresceu em Nova York. Eu me identifiquei com o fato de ela ser uma judia ateia (ou judia leiga, como prefere um amigo meu). Lena é diretora, roteirista, produtora e atriz da série Girls, da HBO, que eu nunca assisti. Ela faz sucesso com esse trabalho e já ganhou dois Globos de Ouro por ele.

Avillez1
Ilustrações de Joana Avillez

O livro consiste em recortes da sua vida. Não necessariamente em ordem cronológica, não necessariamente bonitos. Eu não diria que é um livro inspirador, mas diria que ele traz um certo alívio. Você não precisa ter uma história memorável ou qualidades extraordinárias para encontrar o seu caminho e ser feliz.

Os capítulos que eu mais gostei foram os que ela escreveu em formato de listas: o que ela ❤ em NY, o que ela aprendeu com sua mãe, o que ela aprendeu com seu pai. Gostei muito também do capítulo em que ela falou sobre a morte de sua avó paterna e seus próprios medos em relação à morte. Fiquei encantada com a maneira como ela fala de sua irmã caçula e nerd, Grace. Acho que devia ter um capítulo de “Coisas que eu aprendi com a Grace”.

Listas
Capítulos em forma de listas

O livro tem muitas ilustrações e são todos de autoria da Joana Avillez.

CapaContracapa
As ilustrações das partes internas da capa e da contracapa foram uma das coisas que mais me chamaram a atenção no livro

No geral, não fica entre os melhores livros da minha vida e não o recomendaria fortemente como um must read, mas foi uma experiência interessante.

Lena
A autora, Lena Dunham, na foto de contracapa do livro
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s